‘Anna Karenina’ leva o dinamismo do teatro para as telonas

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Uma bela peça de teatro nas telonas. Assim se desenvolve a adaptação de Anna Karenina para o cinema, que poderá ser vista por fãs da sétima arte a partir desta sexta-feira (15). Ao utilizar narrativas dinâmicas e sua criatividade peculiar observada na transição de cenários, o diretor Jose Whight (de “Orgulho e Preconceito” e “Desejo de Reparação’) deu um novo aspecto para a obra-prima de Lev Tolstói. Na película, o amor proibido retratado no livro ganha tons extravagantes em suas cenas, quase como um musical. A vantagem é que não é cantada. Ponto para o diretor.

 

O filme, ambientado na Rússia pré-revolucionária do século XIX, conta a história de Anna Karenina (Keira Knightley, de “A Duquesa”), esposa de Alexei Karenin (Jude Law, de “Sherlock Holmes”), um importante funcionário do governo russo. Aparentemente, sua vida era bem peculiar à aristocracia local: preocupação com seus compromissos e sua imagem perante a sociedade. Porém, ao viajar para consolar a cunhada, que sofre com a traição do marido, Anna conhece o Conde Vronsky (Aaron Johnson, de “O Garoto de Liverpool”), e cai em uma paixão quase que intrépida por seu amante, deixando de lado o conforto e a segurança de seu matrimônio.

Ficha técnica

Lançamento : 15 de março de 2013
Duração: 189 minutos
Direção: Joe Wright
Atores principais: Keira Knightley, Jude Law, Aaron Taylor-Johnson
Gênero: Drama
Nacionalidade: Reino Unido
Classificação: 14 anos

Fonte: Redação / Hoje em Dia

OUTRAS NOTÍCIAS