Velozes & Furiosos 7 pode receber US$50 milhões de indenização pela morte de Paul Walker

Tensões à vista em Velozes & Furiosos 7. Após a morte de Paul Walker, e a decisão dos produtores em usar os irmãos do ator para completar o filme(com a ajuda de tecnologia virtual), os estúdios Universal agora estão solicitando nada menos que US$50 milhões de indenização à seguradora Fireman’s Fund.

 

Segundo eles, o projeto já sofreu mais de seis meses de atraso, e cada dia sem filmagens pode custar até US$250 mil para os produtores, que são obrigados a contratar um grande serviço de infraestrutura (equipamentos, técnicos), além de continuar pagando o salário dos atores (como Vin Diesel) para que fiquem disponíveis às gravações. Velozes & Furiosos 7 já tinha um orçamento previsto de US$200 milhões, mas agora a produção deve custar mais de US$250 milhões.

 

No entanto, esses valores ainda precisam ser discutidos. De acordo com o siteThe Hollywood Reporter, a seguradora contesta a quantia de US$50 milhões. Se esta soma for confirmada, esta será a maior indenização já paga a uma grande produção americana. As indenizações mais altas registradas até hoje foram de US$20 milhões pela morte de John Candy, durante as filmagens deWagons East! (1994) e US$15 milhões pelo atraso em Homem de Ferro 3 (2013), quando Robert Downey Jr. fraturou o tornozelo.

 

Neste momento, Velozes & Furiosos 7 está filmando as cenas restantes na Califórnia. A data de estreia está agendada para 10 de abril de 2015. Quanto a Paul Walker, o ator será visto este ano na trama de ação 13º Distrito, um de seus últimos filmes, com lançamento previsto para 19 de junho.

Fonte: Adorocinema/Harlene Teixeira/ Foto: web.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS