Tempo - Tutiempo.net

Aplicativo reúne em mapa locais ligados à obra de Machado de Assis

Bentinho e Capitu, personagens do romance “Dom Casmurro” (1899), foram moradores da rua Riachuelo, na Lapa. Já em “Memórias Póstumas de Brás Cubas” (1881), o narrador reencontra uma antiga paixão ao caminhar pela rua do Ouvidor, no centro da cidade.

 

As referências à cidade que pontuam a ficção de Machado de Assis (1839-1908) motivaram o projeto “Rio de Machado”, que lista 81 endereços citados nos livros do autor, além de 20 locais associados à rotina do escritor.

 

Idealizadoras do projeto, a curadora Daniela Name e a consultora digital Gabriela Dias reuniram, em um aplicativo, um mapa no qual cada local aparece contextualizado em relação à vida e à obra do escritor.

 

 

Desenvolvido pela produtora 32 Bits, o programa estará disponível para download gratuito em tablets e celulares a partir de 1º de outubro.

 

No dia 2, terá início uma exposição nos pilotis do Museu de Arte do Rio (MAR), na praça Mauá, baseada no conteúdo do “Rio de Machado”.

 

“É um jeito de comunicar muito contemporâneo, que pode ajudar a formar e a conquistar novos leitores. Na Inglaterra, por exemplo, fizeram um aplicativo do Charles Dickens com quatro percursos pela cidade de Londres, vinculados a personagens do autor”, conta Dias. 

 

Por cinco semanas, a cada sábado (a partir do dia 4 de outubro), os organizadores do projeto vão promover visitas guiadas gratuitas por mais de dez endereços associados a Machado de Assis pelo centro da cidade.

 

O ponto de partida do passeio será o MAR, que receberá também um seminário sobre a obra do escritor, nos dias 1º e 2 de outubro.        

Fonte: FABIO BRISOLLA

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS