Tempo - Tutiempo.net

Biblioteca Central celebra o Dia Mundial de África e os 50 anos do Ilê Aiyê com homenagem a Jônatas Conceição

Biblioteca Central Dia de ÁFRICA

Contemplando o Dia Mundial de África (25 de maio) e do marco simbólico dos 50 anos do Ilê Aiyê, o primeiro bloco afro do Brasil, a Biblioteca Central do Estado da Bahia, unidade da Fundação Pedro Calmon (Secult-BA), realiza a Roda de Conversa ‘Ilê Aiyê – Quilombo de palavras: uma homenagem a Jônatas Conceição’, no dia 28 de maio, às 15h.

O evento terá recital poético com poemas de Jônatas Conceição e letras de canções do Ilê Aiyê oralizadas, além do relançamento do Livro ‘Fragmentos de mim’, da Autora Ana Célia Silva (editora Katuka).

Jônatas foi um poeta, intelectual e educador, diretor do Bloco Afro Ilê Aiyê, militante fundador do Movimento Negro Unificado e coordenador pedagógico da Escola Mãe Hilda, sendo responsável pela concepção e elaboração dos Cadernos de Educação do Ilê de 1995 a 2007.

A atividade terá as presenças de Ana Célia Silva (doutora em Educação); Angélica Maria da Silva (professora titular de Literatura Brasileira – Ufba); Lindinalva Barbosa (ativista do Movimento Negro e de Mulheres Negras); Maria Luísa Passos (escritora e pedagoga); Lande Onawale (militante do Movimento Negro Brasileiro); Vércio Gonçalves (doutor em Letras, Literatura e Cultura), e a Mediação de Alex Simões (poeta e performer).

Dia de África – 25 de maio

Em 1972, a Organização das Nações Unidas (ONU) definiu que 25 de maio seria o dia da África ou o dia da Libertação da África, mesma data da criação da Organização da Unidade Africana.

A África tem 54 países e uma extensão territorial de 30.230.000 km². O continente é o segundo mais populoso do mundo. No Brasil, a data tem como objetivo promover o reconhecimento da história e cultura africana com a história do país.

FPC

OUTRAS NOTÍCIAS