Tempo - Tutiempo.net

Escultor Tatti Moreno morre em Salvador, aos 77 anos

Morreu em Salvador, aos 77 anos, o escultor Tatti Moreno — Foto: Reprodução/TV Bahia

Octavio de Castro Moreno Filho, conhecido artisticamente como Tatti Moreno, morreu nesta quarta-feira (13), em Salvador. Informações iniciais são de que o escultor e artista plástico, de 77 anos, morreu na casa onde morava, na capital baiana.

Ainda não há informações sobre as causas do óbito. O velório está previsto para 11h30 de quinta-feira (14), no Cemitério Jardim da Saudade, também na capital baiana. O artista e escultor deixa viúva e três filhos.

Autor das esculturas de orixás flutuantes do Dique do Tororó, em Salvador, Tatti, que é soteropolitano, também é responsável por diversas obras ao redor do país, como as que estão no Lago Paranoá, em Brasília, e nos jardins da estação Tucuruvi, em São Paulo.

Em Salvador, uma obra conhecida do artista é a que homenageia o casal de escritores Jorge Amado e Zélia Gattai, uma escultura em bronze na Praça de Santana, no bairro do Rio Vermelho, onde os escritores moravam em Salvador.

Esculturas de Jorge Amado e Zélia Gattai, no Rio Vermelho, em Salvador — Foto: André Uzêda / TV Bahia

A obra celebrou o centenário de Jorge Amado e foi feita em tamanho real.
Nascido em 1945, Tatti começou na escultura aos 12 anos, fazendo bonecos de arame, cola e sucata. Ele estudou na Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e teve entre os mestres, o também artista Mário Cravo Júnior. A partir de então, passou a fazer composições em latão, aço inoxidável e alumínio.

Por g1 BA

 

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS