Brasileiro que vive há 45 anos em hospital produz série de animação em 3D

Um brasileiro de 45 anos desafiou as expectativas ao viver toda sua vida em um hospital ligado a um aparelho respirador. O homem perdeu a mãe no seu segundo dia de vida, e contraiu poliomielite paralisante ainda bebê.

 

Paulo Henrique Machado passou toda a vida confinado em uma cama, enquanto observava outros pacientes que fazia amizade morrerem no leito hospitalar. “Foi difícil. Cada perda era como um desmembramento, você sabe, física… como uma mutilação”, contou.

 

O paciente mostrou muito mais que superação, e além de sobreviver, acabou indo adiante. Ele possui dois computadores no seu quarto em um hospital de São Paulo, e aprendeu a trabalhar com animação gráfica.

 

Machado conseguiu arrecadar mais de R$ 130 mil para produzir sua própria série de animação em 3D, a qual batizou de “As aventuras de Leca e seus amigos”. A história é baseada em um livro já publicado escrito por Eliana Zagui, a única entre todos os amigos de infância que sobreviveu no hospital. Eles dividem um quarto, e se sentem como verdadeiros irmãos.

 

“Algumas pessoas acham que nós somos como marido e mulher, mas na verdade somos mais como irmão e irmã”, diz Paulo. Graças ao avanço da medicina, os dois são autorizados a deixar o hospital ocasionalmente. Eles, inclusive, já chegaram a ir à praia.

 

O cartunista Bruno Saggese tem ajudado Paulo com o projeto de seu filme. Ele afirmou que ficou encantado com a atmosfera no quarto dos dois, e a considera como algo a parte se comparado com o ambiente comum dos hospitais.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Tech Mestre

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS