Estudo revela que as pessoas são mais desonestas durante a tarde

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

 

Um novo estudo feito nos Estados Unidos mostrou que as pessoas tendem a ser mais honestas de manhã. Ao longo do dia, porém, fica mais difícil manter o autocontrole, o que aumenta as chances de uma pessoa mentir ou trapacear. Os pesquisadores denominaram esse fenômeno de “efeito de moralidade matinal” em seu artigo, publicado no periódico Psychological.

O estudo mostrou que as pessoas tendem a ser mais honestas de manhã, em um fenômeno denominado “efeito de moralidade matinal”. O cansaço e tomada repetitiva de decisões podem explicar a dificuldade em manter o autocontrole ao longo do dia.

A ideia para esta pesquisa surgiu quando Maryam Kouchaki, da Universidade Harvard, e Isaac Smith, da Universidade de Utah, ambos estudiosos da ética, perceberam que os experimentos realizados pela manhã apresentavam índices mais baixos de comportamentos desonestos, em relação àqueles realizados durante a tarde.

Como o cansaço e o ato de tomar decisões repetidamente são dois fatores conhecidos por afetar o autocontrole, Kouchaki e Smith decidiram analisar se as atividades normais de um dia seriam suficientes para afetar o autocontrole e provocar comportamentos desonestos.

Segundo os autores, as pessoas mais afetadas pela moralidade matinal são aquelas normalmente mais propensas a serem honestas e a se sentirem culpadas quando fazem algo considerado antiético.

Fonte: Redação

OUTRAS NOTÍCIAS