Hoje é o dia da masturbação. Conheça alguns mitos e tire suas dúvidas

Desde 05 de julho de 1974, nos EUA, e a partir de 1978 no mundo inteiro, comemora-se o Dia Internacional da Masturbação. Essa data não foi escolhida ao acaso. O dia 05 de julho foi escolhido pois nesse dia, no ano de 1965, um jovem americano de 14 anos chamado Josh McNamara foi encontrado morto no sótão de sua residência com uma das mãos no meio das pernas e seu pênis completamente dilacerado na outra mão. Investigações da polícia concluíram que o rapaz morreu de hemorragia após arrancar seu pênis acidentalmente enquanto se masturbava. O atrito de sua mão direita com seu pênis feriu bastante o membro, mas o jovem não parou de se masturbar, o que acabou acarretando na amputação involuntária do membro.

Tire algumas dúvidas dessa prática que é uma maneira de ter prazer por meio de carícias nos órgãos genitais. Ela é considerada um dos hábitos sexuais mais comuns.

1. A masturbação é prejudicial à saúde?

Não. A masturbação não causa dano à saúde física ou mental. Masturbar-se é uma forma de aliviar tensões, entender sobre a própria sexualidade e conhecer o corpo.

2.  Com que freqüência posso me masturbar.

Isso varia. Tem gente que se satisfaz masturbando-se uma vez por semana, outras, diariamente. Mas, se a pessoa só faz isso, é bom ficar alerta: será que não está abrindo mão de outras formas de prazer e diversão?

3. É verdade que quem se masturba não sente prazer quando casada?

Ao contrário. Dizem os especialistas que a prática da masturbação pode ajudar no desenvolvimento da sexualidade. É uma forma de conhecer o corpo e saber o que dá prazer. Dessa maneira, se pode dizer ao namorado (ou marido) quais as carícias que aprecia mais.

4. Posso perder a virgindade me masturbando?

Depende. Se você utiliza acessórios e os introduz na vagina ou força a abertura vaginal, pode provocar o rompimento do hímen. Mas, se apenas acaricia seus genitais, sem forçar nada, não é provável que isso aconteça.

5. Existe risco de contágio se houver contato do sêmen infectado por alguma DST com a vagina, enquanto um masturba o outro?

Os cientistas dizem que é possível acontecer uma contaminação quando há masturbação mútua, desde que os fluidos sexuais estejam contaminados. Se houver algum machucado, por menor que seja, nas mãos ou nos dedos, este pode levar os microorganismos causadores de doenças até a mucosa vaginal .E, se nesse local também houver um corte, essa microlesão poderá funcionar como porta de entrada para bactérias e vírus, como o causador da aids, permitindo que os microorganismos entrem no corpo da menina.

6. Penso em me masturbar todo dia. É normal?

Pensar em masturbação todo dia não é doença. O problema é quando esse tipo de pensamento (ou de ação) não deixa espaço para mais nada na sua vida. Se a menina só se masturba o tempo todo e deixa de lado os estudos, os amigos, ou mesmo um namorado, é sinal de que alguma coisa não vai bem.

Fonte: Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS