Pazuello tem depoimento na CPI da Covid adiado para o dia 19 de maio

Gen. Pazuello, ex-Ministro da Saúde

O presidente da CPI da Covid , senador Omar Aziz (PSD-AM), autorizou nesta terça-feira (4) que o ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello , preste depoimento na comissão no dia 19 de maio.

A autorização foi dada após o ter contato com duas pessoas que recentemente testaram positivo para o novo coronavírus (Sars-CoV-2).

De acordo com comunicado enviado pelo Comando do Exército, assinado pelo secretário-geral do Exército, Francisco Humberto Montenegro Júnior, Pazuello nos últimos dias com dois funcionários do poder Executivo que foram contaminados.

Como alternativa, o secretário-geral sugeriu que a data desta quarta-feira (5) do depoimento fosse mantida, mas que Pazuello participasse virtualmente, ou que a oitiva fosse no dia 19 de maio.

Após Aziz colocar a pauta em discussão, nenhum senador se opôs que o depoimento presencial fosse adiado.

Mais cedo, quando os senadores da comissão ainda não tinham recebido nenhum posicionamento acerca da presença de Pazuello, o relator Renan Calheiros (MDB-AL) sugeriu que o militar fizesse um teste para a Covid-19 para saber se ele estava contaminado.

“O ministro Pazuello não precisa ficar de quarentena. Basta ele fazer o teste, o que seria já uma demonstração de boa vontade com a Comissão Parlamentar de Inquérito”, afirmou Renan.

Pazuello tem depoimento na CPI da Covid adiado para o dia 19 de maio
Ex-ministro da Saúde teve contato com dois funcionários do poder Executivo que testaram positivo para o novo coronavírus.

Valter Campanato

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS