Victoria’s Secret contrata brasileira como 1ª modelo transgênero após críticas

VALENTINA SAMPAIO NO DESFILE DA HANDRED © ZE TAKAHASHI / FOTOSITE SPFW N46 out/2018 foto: Ze Takahashi / FOTOSITE

A Victoria’s Secret contratou Valentina Sampaio como sua primeira modelo transgênero, disse sua agente nesta terça-feira, já que a marca de lingerie em dificuldades está tentando modernizar sua imagem.

Daniel Robson, da Premier Model Management de Londres, confirmou que a modelo brasileira assinou um contrato com a Victoria’s Secret, mas não quis fazer maiores comentários.

Nesta semana, Valentina publicou no Instagram uma foto de si mesma nos bastidores de uma sessão usando um vestido branco com as hashtags #diversidade, #nova #vspink #campanha, referindo-se à Pink, grife voltada para mulheres mais jovens lançada em 2002.

A Victoria’s Secret, famosa pelos sutiãs incrustados de diamantes e pelas asas deslumbrantes de “anjos” usadas por supermodelos em seu desfile anual, está lutando com a queda nas vendas, já que mais mulheres estão preferindo bralettes e sutiãs esportivos mais baratos.

A decisão de usar uma modelo transgênero vem na esteira de uma reação negativa a comentários de Ed Razek, chefe de marketing da L Brands, uma marca do mesmo grupo, que disse que não usaria modelos transgêneros ou plus-size “porque o desfile é uma fantasia”.

A Victoria’s Secret e a L Brands não responderam de imediato a pedidos de comentário nem confirmaram relatos sobre a saída de Razek.

A notória atacadista de lingerie está repensando seu desfile de moda anual depois das acusações de que é sexista e alienada, e a audiência televisiva caiu.

Valentina, que ilustrou capas de revistas como Vogue Paris, Vogue Brasil e Elle México, pertence a um grupo crescente de modelos transgêneros de grande visibilidade em meio à pressão para que a indústria da moda se torne mais diversificada e inclusiva.

Mais tarde, Razek pediu desculpas por seus comentários “insensíveis” sobre as modelos transgêneros no Twitter, dizendo: “Modelos transgêneros estiveram em nossos testes… e como muitas outras, não foram aprovadas”.

“Admiro e respeito sua jornada para aceitar quem são de verdade”, disse um comunicado publicado na conta da Victoria’s Secret.

Reuters

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS