Tempo - Tutiempo.net

A DISCREÇÃO NÃO ENTENDIDA

A descrição não atendida

Se estás fazendo algo escondido é porque teu subconsciente já te condena como errado. Mc Beth (livro Natureza Desconhecida).

             *  *  *

Não há maneira certa de fazer coisa errada por desafiar a sensatez, porque a vida é feita de escolhas e estas devem ser certas, haja vista não ser aconselhável quando uma empresa absorve outra que trilhou por caminhos transversos, corrigir os erros com equívocos iguais. É incensurável se pôr cobro à desordem e a anarquia.

Por namorar mulheres espúrias,  o Rei Salomão pesou o coração do Todo Poderoso, pois onde havia harmonia se engalfinhou em segredos jamais vistos, dado que, quando o ideal é desleixado, viola os termos das pag. 222 § 2º, do Ritual de Aprendiz. Restando uma Minerva ruborizada,  lamuriar-se com Filinto Bastos.

Por favor, não entendam ser intromissão, sim atender o ministrado por Santo Agostinho: “A esperança tem duas filhas lindas, a indignação nos ensina a não aceitar as coisas como estão; a coragem, a mudá-las”.

Em contrapartida, esconder dos pares filiações não impõe a estes acatá-las, pois não compreendem condições oblíquas, inda mais a imposição das Luzes do 659 de não ousarem pôr os pés, mesmo tendo Lucas 12:2 alertado: “Mas não há nada encoberto que não haja de ser descoberto; nem oculto, que não haja de ser sabido”.

A irmandade impõe coesão, luta de mais de 300 anos que não logra ser desprezada. Conquanto, não temos o potencial de entender estarmos caminhando para felicidade do ser humano quando encobrimos feitos. É verdade, nem sempre fazemos tudo da maneira mais louvável, mas não temos o direito de enfear o Mar de Bronze.

Porém, devemos ter a bravura de fazer a escolha certa, dado que fazê-la pelo caminho mais difícil é que nos faz crescer e nos distinguir dos profanos. Se ao contrário, tal ambição e vontade não são maneiras maduras de pensar por serem desafios que nos incapacitam de fazer a coisa certa da maneira certa, principalmente, quando, distritalmente e de forma sumária, se delega um bota-fora dos Demolays que ignoravam haver atalhos na arte Real.

Feira de Santana, 6 de junho de 2024.

Jessé da Costa Primo∴ membro da loja Maçônica Luz e Fraternidade 14.

OUTRAS NOTÍCIAS