Tempo - Tutiempo.net

Após vender ‘feijões milagrosos’, pastor Valdemiro perde irmão para o covid-19

Irmão pastor Waldemiro morre de covid-19

Bispo da Igreja Mundial do Poder de Deus, Vanderley Santiago morreu com complicações da Covid-19 na segunda-feira (28) de junho. O religioso tinha 53 anos e era irmão do apóstolo Valdemiro Santiago, que é líder da igreja e chegou a vender sementes de feijão como um suposto tratamento para a doença.

Segundo informações da Prefeitura de São Carlos (SP), obtidas pelo G1, Vanderley sofreu uma parada cardiorrespiratória durante o atendimento na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do município.

O órgão confirmou que o religioso testou positivo para a doença e que havia recebido a primeira dose da vacina contra a Covid-19 dois dias antes de ser diagnosticado com a doença.

Após o enterro do irmão na terça-feira (29), Waldemiro disse que irá tomar a vacina a contra a doença assim que tiver oportunidade.

“Vou me vacinar com certeza. Não que eu confie na vacina, só confio em Deus. Até porque eu devo obediência também, não é?”.

O apóstolo também disse não ter medo da morte.

“Fui chamado há 41 anos para preparar pessoas para a morte, ou seja, é a única certeza que você tem até conhecer a verdade, a palavra. Todo mundo que nasce, se entende por gente, sabe que vai morrer, não é verdade?”, afirmou.

‘Feijão mágico’

O apóstolo Valdemiro Santiago vendia sementes que ele afirmava curar a Covid por valores entre R$ 100 a R$ 1 mil.

O Ministério Público Federal (MPF) investiga indícios de estelionato por parte do pastor nos vídeos disponibilizados incentivando fiéis a plantar as sementes por ele comercializadas.

Na ação, o MPF afirma que os feijões não curam e são propaganda “enganosa”.

Em maio do ano passado, a Igreja Mundial do Poder de Deus alegou que não se referia a venda de uma “promessa de cura”, mas sim o início de um propósito com Deus”. – RPP

Enganadores e falsos profetas, se alimentam comercializando o nome de Deus – Carlos Lima

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS