Arcebispado do Chile confirma denúncia contra seu ‘chanceler’ por abuso

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Arcebispado do Chile confirma denúncia contra seu 'chanceler' por abuso

Uma nova denúncia de abuso contra um sacerdote foi confirmada pelo Arcebispado chileno, em um crítico do clero local, após uma série de casos de abuso sexual e de seu acobertamento.

Em um comunicado divulgado na quinta-feira à noite, o Arcebispado de Santiago informou que, em 2 de janeiro passado, Óscar Muñoz Toledo, de 56 anos, “se autodenunciou por abuso”, sem especificar o tipo.

Depois de receber a denúncia, semanas antes da visita ao Chile feita pelo papa Francisco, “foram implementadas medidas cautelares, sendo substituído de seus cargos de Chanceler da Curia e pároco, sendo-lhe proibido ainda o exercício público do Ministério sacerdotal”, acrescentou o texto.

“Uma vez concluída a correspondente investigação prévia, o expediente foi enviado para a Congregação para a Doutrina da Fé, da Santa Sé, organismo competente para julgar essas matérias”, completou.

AFP

OUTRAS NOTÍCIAS