Arimateia derreteu politicamente com o percentual obtido nesse pleito eleitoral em Feira de Santana/ Por Sérgio Jones

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Deputado Arimateia recebe as bençãos da IURD.

O vereador Eli Ribeiro (Republicanos) mente ao proferir recente discurso na tribuna do Legislativo feirense ao lembrar que durante toda a campanha afirmava que as pessoas se surpreenderiam com o resultado do deputado estadual José de Arimatéia na corrida pelo Paço Municipal e que os votos na urna mostraram que ele estava certo.

Ele realmente afirmava todo esse bolodório político: “Pesquisas colocavam Arimateia com 1%, mas as urnas mostraram a força do Republicanos, um partido que cresce”.

Mais ao defender que mesmo sem contar com a disposição da máquina pública o posicionamento obtido, terceiro lugar, foi devido ao fato de muito ter trabalhado para isso, pode até ser verdade.

Mas comentários que circulam nos bastidores é que embora o duble de deputado e pastor não tenha disposto da máquina pública para realizar a sua campanha, contou com um recheado fundo partidários e com o púlpito da Igreja Universal do Reino do Dinheiro (IURD).

Tendo como cabo eleitoral fieis pastores que contribuíram e se prestaram ao serviço de atuaram na captura dos votos junto ao rebanho de seus incautos seguidores.

Arimateia não cresceu, derreteu politicamente, com pouco mais de 15 mil votos, o percentual eleitoral conquistado foi baixo para o cargo que se propôs.

Agora só lhe resta negociar o apoio político, no segundo turno, com o candidato que oferecer mais. Essa tem sido a natureza e a tônica da classe política brasileira, obter vantagens pessoais mesmo quando derrotados, ganham eles, perdem, como sempre, o povo.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

OUTRAS NOTÍCIAS