Tempo - Tutiempo.net

As mentiras que todos os políticos contam/ Por Sérgio Jones

O mercado os compra e subjulda

Quanto mais envelheço menos entendo a atuação profissional, de parte da imprensa feirense, com relação a simbiose de caráter discutível mantida com o mundo político. Os encontros e desencontros com a notícia são os mais estapafúrdios possíveis.

A notícia flui conforme os interesses deles, em detrimento dos interesses coletivos.

Cito como exemplo fatos veiculados tipo: vereador faz balanço e destaca independência da Câmara; lamenta a falta de diálogo com o executivo; destaca importância da representação do povo na Câmara… deveriam ser laureados com o prêmio Pinóquio.

Suas excelências passam o ano inteiro defendendo interesses próprios, enquanto os interesses reais do povo não deixam de ser ato retórico. Utilizado com muita maestria tendo como objetivo único manter a permanência dos mesmos, para que possam continuar usufruindo dos podres poderes.

Podemos citar como exemplo a notícia em que aborda o retorno, como bem citou um amigo, de um político de pouca ou nenhuma expressão, José Carneiro (MDB), que deverá deixar a secretaria de Meio Ambiente para assumir o seu mandato de vereador.

Outro fato considerado destaque foi o encontro isolado mantido entre o prefeito de Feira de Santana Colbert Filho (MDB), com o da capital baiana ACM Neto.

O curioso é que o encontro se deu em um veículo, em que o motorista teve que deixar interior do mesmo. Segundo especulam alguns, para que suas excelências pudessem discutir livremente sobre as tratativas que ocorrem, entre eles, em períodos eleitorais.

Tratativas que deverão se materializar através de graciosas distribuições de cargos, entre outros mimos. Toda essa farra, como sempre, é feita e mantida com recursos públicos. Recursos estes, que por certo deixarão de atender setores sociais importantes.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojonesw@live.com

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS