Tempo - Tutiempo.net

Assédio sexual se torna prática comum no executivo feirense/ Por Sérgio Jones *

Como alardeiam o adagio popular, miséria pouca é besteira. Volta e meia o poder do executivo feirense explode na mídia. O escândalo é sempre o mesmo, prática de assédio sexual. Casos que se repetem anualmente, e ao que parece a prática vai permanecer por muito tempo.

Durante entrevista concedida à imprensa local, na manhã dessa quinta-feira (16), o prefeito de direito, não de fato Colbert Filho comentou sobre a odiosa prática, sendo está última queixa de assédio sexual registrada contra o Secretário Interino de Desenvolvimento Social, Ícaro Ivvin.

O legislativo feirense se posicionou através do vereador Isaías de Diogo que em discurso na tribuna da câmara pediu o afastamento imediato do acusado, até que a situação seja plenamente esclarecida.

Questionado se afastaria o secretário acusado, Colbert, como sempre tirou o braço da seringa e adiantou que irá tomar conhecimento do fato, para em seguida agir. “ Não admitimos ações desse tipo contra homens ou mulheres”. Afirma o prefeito.

Recentemente o Diretor do Departamento de Manutenção de Áreas Verdes da Secretaria de Serviços Públicos de Feira de Santana, José Deodato Peixinho Filho teve a exoneração dele publicada no Diário Oficial, ele foi acusado pela prática de assédio sexual, assinada pelo prefeito.

O curioso e que chamou a atenção de alguns, é o fato que no documento não conste ou se faça qualquer menção de que a retirada do tarado tenha qualquer implicação com a investigação, sobre essa modalidade de crime.

Enquanto nada é feito e nenhuma atitude séria é adotada para combater essa odiosa prática, essa modalidade de crime continua acontecendo e correndo solta, até onde se sabe. Infelizmente isso acontece devido a falta de uma punição adequada e exemplar, que essa modalidade de crime exige.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS