Tempo - Tutiempo.net

Bolsonaro diante Biden: ajoelhou tem que rezar/ Por Sérgio Jones

O VIRA LATA, TAMBÉM VIRA FOLHA

O genocida presidente brasileiro Jair Bolsonaro (PL), na condição de colonizado se ajoelhou diante do Colonizador durante encontro mantido com o presidente dos Estados Unidos Joe Biden.

Falou fino e foi enfático ao afirmar que foi eleito pela democracia e que “tem certeza” de que deixará o governo da mesma forma.

O mais curioso de toda essa farsa é que isto foi dito pelo insidioso presidente Bolsonaro, após ter ele protagonizado inúmeros ataques às instituições constituídas e ao processo eleitoral.

O sujo adiantou que: “Este ano temos eleições no Brasil, e nós queremos, sim, eleições limpas, confiáveis e auditáveis para que não sobre nenhuma dúvida após o pleito. E tenho certeza de que ele será realizado nesse espírito democrático.

Cheguei pela democracia e tenho certeza de que quando deixar o governo também será de forma democrática”, garante o leão que acostumado o rugir alto e em bom som, dessa vez apenas miou.

Por uma questão de diplomacia o Biden mentiu ao elogiar o Brasil como uma democracia vibrante, apenas não faltou com a verdade ao dizer que a nação conta com instituições eleitorais fortes.

Como não poderia deixar de contrariar a sua natureza, Bolsonaro mentiu descaradamente ao ter diante do senhor da Casa Grande (Biden) dito que em relação à Amazônia o país cuida bem da região, tem uma legislação rígida mas, por vezes, “se sente ameaçado em sua soberania na região.”

A reunião aconteceu em meio à Cúpula das Américas, em Los Angeles. O evento reúne chefes e líderes de governo do continente americano.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS