Canalhada direitista se desentendeu durante ato fascista pró Bolsonaro/ por Sérgio Jones*

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Durante manifestação de apoio ao governo fascista de Bolsonaro, ocorridos neste domingo (30/06), em São Paulo, por muito pouco não terminou em exercício de pugilato, quando grupos de direita se desentenderam.

Em ato de bizarrice, uma facção de manifestantes do Direita SP, ligada ao PSL, provocou o MBL (Movimento Brasil Livre). E a polícia teve que intervir, decorrido algum tempo depois, o grupo Direita São Paulo saiu à francesa.

As provocações começaram próximo ao carro de som do movimento na avenida Paulista que ficou conhecido pelo termo pejorativo como Micareta Fascista de Domingo.

Com palavras de ordem como “fora daqui” e até “Petralhas”, o grupo de dezenas de pessoas causou confusão e tensão.

O desentendimento e a aliança esdrúxula existente entre Direita SP e MBL se romperam durante as convocações para a onda de manifestações de apoio a Bolsonaro realizadas no fim de maio.

Na ocasião, o MBL foi contra a mobilização por considerar inapropriadas pautas antidemocráticas defendidas por alguns grupos de direita, como o fechamento do STF e do Congresso.

A partir desta data fatídica, para eles, houve estremecimento entres os seres bestiais, e suas relações ficaram estremecidas e nunca mais voltaram a ser o que era antes, a matilha agora está dividida.

Deixando transparecer que os acirramentos tendem a se aprofundarem, cada vez mais e com maior virulência.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

OUTRAS NOTÍCIAS