Tempo - Tutiempo.net

Carneiro é dócil e não costuma dar marradas em seu senhorio/ Por Sérgio Jones

O Carneiro serviçal

Em recente declaração feita à imprensa feirense o vereador licenciado e secretário de Meio Ambiente José Carneiro (MDB) ao ser questionado sobre a volta à Câmara Municipal a partir do dia 1º de Fevereiro, ele adiantou que está a depender da conversa que vai travar, em breve, com o prefeito de direito e não de fato, Colbert Filho (MDB).

A partir dessa conversa é que vai definir qual a posição que irá adotar, enquanto legislador, diante do governo municipal.

Sobre a remota possibilidade de vir a ser líder do governo, como já era esperado, disse ser essa uma decisão do prefeito Colbert Filho.

O grau de subserviência associado a falta de autonomia do pseudo vereador representante do povo, se tornou alvo de chacota no seio da população.

Muitos estão considerando o nome, Carneiro, como muito apropriado. Pois acreditam essas pessoas que sua excelência faz jus ao próprio nome. Devido ao comportamento abjeto e serviçal que tem demonstrado, diante dos interesses do executivo.

Justamente diante do prefeito que em princípio Carneiro teria e tem como função precípua fiscalizar, legislar, julgar e administrar.

Diante do exposto, o que fica evidente é que o comportamento do edil pode e deve ser considerado como desvio de função. Afinal quem o elegeu e paga o seu salário é o povo, não o prefeito.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS