Tempo - Tutiempo.net

Ciro Gomes encontra o seu lado bandido ao declarar apoio à candidatura de ACM Neto ao governo da Bahia/ Por Sérgio Jones

Quem não se recorda da pieguice e da atitude imatura e covarde adotada pelo candidato derrotado a presidente Ciro Gomes (PDT). Ato ironizado pelo deputado Paulo Pimenta, líder do PT na Câmara ao dizer que o pedetista saiu à francesa no fim do primeiro turno das eleições de 2018, para passear em Paris.

Em resposta Ciro disse: “Esse lado bandido do PT precisa entender que eu saí no segundo turno para não ter que explicar porque eu não faço mais campanha com marginais do PT”.

Nada melhor do que um dia após o outro. Agora, o eterno candidato à presidente da República, ex-ministro petista Ciro Gomes, afirma que o seu partido PDT vai apoiar a candidatura do político oligarca baiano, ACM Neto. Candidato legítimo representante das forças mais atávicas e reacionária que o país hospeda.

Qual o argumento utilizado por Ciro para justificar essa tomada de atitude ao admitir que vai apoiar a candidatura de ACM Neto (DEM), ao governo da Bahia, no próximo ano?

Será que ele se identificou e se encontrou com esse lado bandido do Democratas?

Tudo nos conduz a acreditar que sim. A máscara caiu, no afã incontrolável para chegar ao poder, ele ultrapassa os limites da dignidade humana deixando transparecer a sua verdadeira face.

A face de um político oportunista que tenta se camuflar utilizando-se de uma retórica com forte viés nacionalista, de quem tenta comprar gato por lebre.
Mas como já se tornou prática rotineiro, ele sempre acaba dando com os burros n’água. E tudo deixa transparecer que dessa vez não será diferente, das anteriores.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS