Colbert: irregularidades existentes no Hospital de Campanha é responsabilidade da empresa/ Sergio Jones

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Vou tirar o meu da reta e coloco o do povo

Depois de enterrar milhões do dinheiro público na revitalização do hospital privado, diante das irregularidades que se apresentam e continua se sucedendo através de denúncias de funcionários e ex-funcionários do Hospital de Campanha.

A velha raposa felpuda, prefeito de direito e não de fato, Colbert Martins, mais uma vez se torna escorregadio diante de suas responsabilidades ao informar que todas estas questões não são de sua competência e sim da empresa a S3. “ A prefeitura tem feito os repasses nas datas previstas”.

Como não é de sua responsabilidade cara pálida?

A empresa foi contratada pela Prefeitura Municipal de Feira de Santana, contou com o aval do atual mandatário. Enquanto o prefeito tenta pateticamente se justificar e tirar o seu da reta, as denúncias de irregularidade se sucedem em forma de cascata.

Se nada for feito para solucionar o grave problema existente na área de saúde, que no município não são poucos, em breve estaremos nos defrontando com mais um escândalo tipo Operação Pityocampa.

As denúncias vão desde a precarização dos salários à problemas na estrutura física. O Hospital está em pleno funcionamento, mesmo não dispondo de um diretor geral. A esbórnia é geral, médicos recebem seus vencimentos com atrasos, todo mês.

Outras queixas feitas pelos denunciantes, sobre as condições precárias das instalações físicas da estrutura do prédio. Elas estão sendo tomadas pelo mofo. Os profissionais da área estão trabalhando em salas que se encontram nessas condições.

Entre outras irregularidades estão sendo apontados casos em que profissionais com nível médio estão exercendo função que deveria ser ocupada por alguém de nível superior e que os salários, bem como o adicional por insalubridade são pagos abaixo do piso determinado por lei.

Nesse fogo cruzado de bizarrices prosseguem os crimes cometidos contra a saúde da população. Prática que já se tornou corriqueira entre nós. Tudo continua como dantes no Quartel de Abrantes.

A incúria administrativa, caso o prefeito seja reeleito, continuará existindo impunemente. Quanto ao povo, ele que se exploda.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

OUTRAS NOTÍCIAS