Tempo - Tutiempo.net

Colbert na condição de dublê de prefeito e médico tem sido negligente no combate à pandemia/ Por Sérgio Jones

Colbert Filho não fez a parte dele

A elevada carga de cinismo e hipocrisia existente entre os políticos brasileiros não obedecem às regras nem os limites minimamente consideráveis como toleráveis.

Particularmente na província de Feira de Santana, onde o prefeito de direito e não de fato, Colbert Filho (MDB), na condição de médico tem sido visivelmente negligente no combate que deve ser dado a Covid-19.

O seu grau de tolerância para com a pandemia é tão maleável que só chega, neste quesito, a ser superado pelo comportamento abominável adotado pelo presidente genocida Jair Bolsonaro.

Mesmo na condição de profissional da medicina e sabedor dos perigos para a saúde da população que a pandemia representa, ele incentivou e chegou até a solicitar empréstimos para atender caprichos de determinados segmentos empresariais com relação a promoção e realização dos festejos juninos.

Possivelmente incentivado também por se tratar de ano eleitoral. O que denota um visível desprezo do mandatário para com a preservação da vida dos cidadãos. Deixando claro que essa tomada de atitude tinha e tem como meta apenas em atender interesses de alguns poucos em desfavor dos reais e legítimos interesses da sociedade.

O resultado dessa situação mal resolvida já era esperado com o aumento de casos da Covid-19 em Feira de Santana, após os festejos juninos.

Diante do agravamento da situação o arremedo de mandatário informou através de entrevistas concedidas à imprensa que poderá reconsiderar algumas medidas, como o retorno ao uso obrigatório de máscaras em repartições públicas municipais.

Segundo argumenta ele, o número de casos tem sido muito grande e já foram atingidos três secretários que neste momento estão com positivos para Covid- 19.

O alcaide disse que vai proceder uma avaliação quanto a volta do uso de máscaras e fazer recomendações para as pessoas que trabalham no comércio, no caixa para que façam o uso das mesmas, de forma permanente.

Andam propalando na ‘terrinha de Lucas’ que os métodos utilizados no combate da Covid-19 entre o Bolsonaro e Colbert são os mesmos.

O que os mantém diferenciados é o fato de que o alcaide não incentivou e nem propagou, pelo menos até onde se sabe, o uso e consumo de cloroquina como remédio eficaz no combate a pandemia.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS