Colbert passando a boiada em ano eleitoral/ Por Sérgio Jones

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Enganando os tolos e passando a boiada

Com muita pompa e pouca praticidade o governo faccioso do prefeito de direito e não de fato, Colbert Martins, mas uma vez vem a público tendo como objetivo confundir o eleitorado feirense ao fazer alarde com a chegada de três dos sete ônibus do BRT de Feira de Santana que chegaram à cidade, coincidentemente nesse período de eleições.

Segundo argumentação altamente questionável do mandatário, os veículos circularão em fase experimental pelas avenidas Getúlio Vargas e João Durval gratuitamente, a partir dessa quarta-feira (14).

Turbinando ainda mais o engodo, ele informou que o sistema ainda contará com veículos articulados. Neste aspecto merece um adendo, ao admitir não ter ele, previsão sobre a chegada dos mesmos. Da mesma forma que não tem previsão para a conclusão dos trabalhos do BRT, que se arrasta por cinco longos anos e que se tornou verdadeiro ralo por onde escoa o dinheiro público.
O prefeito Pinóquio continua insistindo em afirmar que vamos ter ônibus articulados. O que ele prega é mais um estelionato eleitoral, o que é considerado crime.

Para justificar a sua ação com pouca ou nenhuma credibilidade e eficácia, Colbert tenta dar sustentação ao seu ato politiqueiro e oportunista ao comparar o BRT local com ação bem-sucedida do governo baiano que com muita luta, denodo e seriedade, conseguiu implantar e ampliar a extensão do metrô de Salvador.

Situação indefinida que se arrastava por quase 15 anos, sem que houvesse uma previsão de conclusão. E sofrendo consecutivas reduções, com o passar dos anos, em sua extensão que inicialmente seria em torno de 12 Km. Acabou encolhendo para seis.

Ao longo desse período houve muitas malandragens políticas, firulas jurídicas e de caráter econômica. A obra só se tornou realidade devido o empenho e a seriedade em que o caso foi tratado pelo governo do petista Rui Costa. O metrô conta atualmente com uma extensão de 32 quilômetros, que deverá atingir 42 com a conclusão da obra.

O que causa certa estranheza é que justamente neste momento, o prefeito que tanto crítica o governo do Estado, tenha se utilizado desse exemplo para colocar uma pitada de credibilidade em todo o seu discurso demagógico. Esses poucos veículos que estão sendo aportados em Feira, estão sendo utilizado como boi de piranha, isca para iludir o povo. Enquanto ele toca e passa com a boiada.

E para reforçar e dar credibilidade a fala do indigitado prefeito, parte da velha e viciada imprensa local (chapa branca), que vive a soldo do governo municipal. Alguns chegam até mesmo ter filhos e esposas na folha de pagamento do executivo. Estes, Já entraram em campo para dourar a pílula e servir como caixa de ressonância na divulgação das inverdades, proferidas pelo establishment de plantão.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

OUTRAS NOTÍCIAS