Tempo - Tutiempo.net

Colbert: um ano de governo, não há o que comemorar/ Por Sérgio Jones

O prefeito de direito e não de fato, Colbert Filho (MDB), completa um ano de governo de sua administração, ou seria do ex-prefeito? Não há nada a se comemorar, mas muito a lamentar.

O modelo de administração existente, devido à falta de tato e de habilidade demonstrada pelo mandatário, ao longo desse tempo, tem se tornado caótica no tocante ao enfrentamento dos principais problemas sociais, o que reflete na redução da qualidade de vida da população.

Poderia aventar o fato de que a pandemia em muito tenha contribuído para esse desastre. Mas não podemos tomar a parte pelo todo. Além desse fator existem muitos outros que vem sendo desdenhado pelo alcaide de plantão.

O ano de 2021 foi marcado principalmente com sucessivas crises mantidas entre o poder executivo e legislativo. Sem mencionar os demais setores sociais como o de transporte coletivo, entre inúmeros outros.

As dificuldades têm se acumulado principalmente no campo político, onde o prefeito tem demonstrado total incapacidade em lidar com a situação. A sua incapacidade e a falta de diplomacia têm resultado em uma total confusão, onde todos falam e ninguém se entende.

O prefeito carece de uma postura de estadista, ele só tem demonstrado interesses de cunho privado, desconsiderando dessa forma os interesses coletivos.

Quando se pronuncia na imprensa não apresenta nenhum fato relevante de caráter social. Se especializou em divulgar inverdades.

A sua articulação política está centrada em expandir o seu feudo, que começou com o seu pai. Recentemente o prefeito divulgou na imprensa local a provável candidatura para deputado federal de seu irmão Evaldo Martins, figura inexpressiva na arena política.

Com relação a boa postura de seu governo apontada por recente pesquisa realizada na terrinha de Lucas. A mesma está sendo detonada pelos munícipes.

O deboche rola solto por toda a cidade. O comentário corrente é de que para se obter tal resultado só existe uma explicação: o fato da pesquisa ter sido realizada no interior do Paço Municipal.

Portanto, pouco ou nada o povo tem a comemorar, e o alcaide menos ainda. Pelo jeito que as coisas estão acontecendo, não haverá perspectiva de melhora neste ano de 2022.

Mesmo se considerando ser este um ano eleitoral, período em que aparentes milagres costumam acontecer através da distribuição de pacotes de bondades, realizados por suas excelências. Quem viver verá!

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS