Tempo - Tutiempo.net

“Conje” de Moro ingressará na política para atrair voto para o marreco de maringá/ Sérgio Jones

O buraco será o mesmo

O sistema político defendido pela direita escravocrata brasileira sempre foi calcada na luta voltada para manter os seus sórdidos privilégios, que por extensão, beneficia uma restrita minoria em detrimento gritante dos interesses da grande maioria.

O que resulta de toda essa equação perversa é um modelo social que justifica a máxima de que a sociedade tem a violência que merece.

Não é de hoje que a malcheirosa elite tupiniquim tudo faz e tem feito, ao longo de séculos de nossa triste e deplorável história, para manter esse quadro degradante de abandono em que se encontra o povo brasileiro. Afinal, eles sempre são os favorecidos.

O exemplo de que essa assertiva é verdadeira se apresenta com a possibilidade de Rosângela Moro, esposa do juiz parcial Sérgio Moro. Se diz disposta a acompanhar o seu “conje” participando da vida pública.

O Podemos, partido responsável pelo lançamento do ex-juiz à corrida presidencial, trabalha com a possibilidade de introduzir mais esse apêndice político na vida pública brasileira, para disputar uma vaga para deputada federal por São Paulo.

Existe o buxixo de que a “honorável cidadã” deve ingressar nas hostes do partido quando retornar dos Estados Unidos para o Brasil o que está agendado para acontecer, até o final deste ano.

Dentre as muitas expectativas de seus membros partidários é que a “força” do sobrenome dela pode se tornar uma espécie de acelerador para atração de votos.

Por isso mesmo, ela estará concorrendo pelo Estado de São Paulo, maior colégio eleitoral do país. Sonho que tem grandes chances de se tornar em um imenso pesadelo.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS