Crise na relação entre os podres poderes em Feira de Santana/ Sérgio Jones

LEGISLATIVO FEIRENSE PARECE TER ELIMINADO A MAIORIA DAS LAGARTIXAS.

A pandemia tem sido o saco de pancadas preferido dos políticos de plantão no município de Feira de Santana. Diante de seus sucessivos fracassos no trato da coisa pública, eles espertamente elegeram a mesma como desculpa para justificar o injustificável.

O fato que mais expõe essa realidade é o comportamento pouco ou nada ético, adotado pelo depauperado legislativo feirense. Que diante da demonstração da falta de atenção e da indiferença exposta pelo prefeito de direito e não de fato, Colbert Martins Filho (MDB). Fez com que o legislativo exponha cicatrizes e as vísceras em público, sem nenhum pudor.

As causas do problema são muitas, mas nenhuma que desperte os interesses reais do coletivo. As questões em pauta têm resultado em desgastes, entre ambos os poderes, no que diz respeito às nomeações dos edis eleitos da base e as demandas junto às secretarias que não são resolvidas.

Demandas estas, segundo especulações populares, que nada mais são do que a solicitação de empregos junto ao executivo objetivando arranjar uma boquinha para seus, “mais chegados”, leia-se familiares.

Todo esse orquestrado ‘cambalhacho’ tem servido de moeda de troca. Que em resumo, existe para que o executivo possa manter em troca a lealdade da conhecida base de sustentação do governo, junto aquele poder.

O que fica contextuado, em todas essas tramas sórdidas, é que os pseudos políticos de representantes dos interesses do povo, só existe mesmo o nome. De real, o que existe é a manipulação do dinheiro suado do trabalhador que serve de esteio para atender interesses de poucos em detrimento dos interesses de todos.

Os valores morais que têm seus fundamentos na ideia do bem, do que é certo ou errado. Não encontra respaldo nem guarida junto a estes “servidores públicos”, menos ainda em tempos bicudos, como os atuais. Pirão pouco o meu primeiro.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS