Tempo - Tutiempo.net

Feira de Santana no olho do furacão da CPI da Covid/ Por Sérgio Jones

Colbert Filho está dando sua cara ao gioverno

A prática da corrupção no Brasi,l e em especial no município de Feira de Santana, tem afetado diretamente o bem-estar dos cidadãos. As sequelas deixadas no seu rastro são muitas. Diminui investimentos públicos na saúde, educação, infraestrutura, habitação entre outros direitos essenciais à vida.

Quando se trata da área de saúde, como é do conhecimento de todos, o município se supera, os escândalos se sucedem a todo instante. Sem que nada seja feito por parte das autoridades competentes, objetivando estancar esse câncer social.

O que acaba se tornando um forte incentivo para que parte da classe política e empresarial continuem perpetrando os seus abomináveis crimes..

Escândalo da Operação Pityocampa tem sido um dos marcos mais emblemáticos dentre muitos outros existentes. Em 2018, época em que foi deflagrada a Operação Pitiyocampa, o Ministério Público estadual denunciou onze pessoas por crimes: organização criminosa, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro cometidos em um esquema fraudulento de licitações e superfaturamento de contratos celebrado entre Coofsaúde Cooperativa de Trabalho e Prefeitura de Feira de Santana.

O rombo no município custaram aos cofres públicos mais de 100 milhões de reais. Alguns empresários foram presos, mas quanto ao envolvimento de políticos, estes continuam flanando na esteira de impunidade.

Mais recentemente é que a justiça bloqueou 24 milhões do ex-prefeito José Ronaldo e de mais quatro próceres dele, envolvidos por suposta fraude com a Coofsaúde.

Diante do “excelente” curriculum exibidos por parte de políticos tradicionais, que se consideram arautos da moralidade pública. É que seguindo as pegadas deixadas pelo repasse de recursos federais da Covid -19, destinadas para Feira de Santana.

Membros integrantes da Comissão Parlamentar de Inquerítos (CPI) no Senado Federal resolveram voltar às suas atenções e baterias para a corrompida Gomorra financeira, conhecida Como Princesa do Sertão, título concedido, ingenuamente, por Ruy Barbosa, quando em visita a esta cidade.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS