Feira: Tribunal de Justiça da Bahia confirma posse do suplente de vereador Josafá Ramos

Vereador Josafá Ramos

Após manobra ilegal  da mesa diretora e Pocuradira da Câmara Municipal de Feira de Santana em dá posse ao suplente de vereador Robeci da Silva Lima (Robeci da Vassoura), o Tribunal de Justiça da Bahia, negou voltou a confirmar a posse do suplente Josafá Ramos, negando recurso impetrado pelo suplente Robeci, que insiste na legalidade de sua posse.

A negativa da ação foi proferida pela juíza substituta Cassinelza da Costa Santos Lopes. O recurso (agravo de instrumento) tramitava na Quara Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Bahia.

O recurso imposto aconteceu no dia 14 de maio, alegando no agravo que era preciso ser observada a ordem de suplência, afirmando que essa medida lhe trará grandes prejuízos.

A defesa também alega que o Regimento Interno da Câmara Municipal de Feira de Santana estabelece, no seu art. 131, que a renúncia é causa de extinção do mandato. Apesar da argumentação, a juíza Cassinelza da Costa Santos Lopes manteve a posse de Josafá Ramos.

Antes mesmo da decisão do TJ, o presidente da Câmara Municipal, José Carneiro Rocha, reconhecendo seu erro, autorizou na manhã de segunda-feira (18), a convocação do suplente Josafá Ramos em virtude da nomeação de Pablo Roberto Gonçalves da Silva ao cargo de secretário municipal de Desenvolvimento Social da Prefeitura de Feira de Santana.

Essa foi mais uma trapalhada promovida pelo Legislativo feirense, que demonstra incompetência  ou numa verdadeira vassalagem aos interesses de forças “ocultas” que ditam as regras poder, apodrecido.

cljornal

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

OUTRAS NOTÍCIAS