Governo de Colbert se torna célebre em justificar atrasos no pagamento dos funcionários / Por Sérgio Jones

Colbert surfa com o dinheiro do povo

O prefeito de direito e não de fato, Colbert Martins (MDB), não se recicla, talvez isso ocorra devido a sua limitada capacidade cognitiva que implica no processo de aprendizado e elaboração do conhecimento. Volta e meia se utiliza da mesma e velha desgastada retórica para justificar o atraso no repasse dos pagamentos dos funcionários terceirizados.

O curioso é que de toda essa prática manjada, já não mais convence a ninguém. Nesta quinta-feira (15), em declaração feita à imprensa feirense disse ele, que o atraso nos pagamentos de funcionários terceirizados tem a ver com a queda na receita do Município.

Acredito que o mandatário se utiliza dessa falácia como tentativa de subtrair mais recursos da União. E o fato se comprova na prática ao cobrar, novamente, auxílio financeiro do Governo Federal, a exemplo do que vinha ocorrendo ano passado, com a pandemia.

Eu estaria até propenso a acreditar no discurso piegas dele se o mesmo processo se aplicasse a todos, de forma indistinta, o que não acontece.

Por que esse argumento utilizado não se aplica aos seus próprios vencimentos?

O que fica evidenciado, em toda essa peça mambembe, é que essa espécie de comportamento só se aplica para aqueles considerados e pertencentes ao elo mais fraco da corrente.

“A queda de receita foi para todos e estamos vivendo momentos difíceis”. Difíceis para quem cara pálida? Para os de sempre.

A prática dos políticos brasileiros sempre foi voltada para que o povo sirva como carne fresca para ser imolado no altar do sacrifício, enquanto eles os ungidos, continuam se lambuzando na fartura.

O grande questionamento é, por que é importante o povo se sacrificar quando suas excelências pedem, sem esperar nada em troca?

O amor do dinheiro demonstrado pelo gestor feirense desvia o significado de como uma economia deve ser gerida.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS