Tempo - Tutiempo.net

judas Iscariote participa da “Santa Ceia” ao lado de Colbert / Por Sérgio Jones

Dessa vez não foi com um beijo. Foi um jantar

Se os políticos, ou parte deles, normalmente se utilizam de falácias e falsas verdades para se manterem incrustados no poder, em ano eleitoral. Esse tipo de abominável comportamento ganha considerável relevância.

É o que podemos deduzir desse encontro emblemático e previamente traçado para acontecer nesta segunda-feira (11), em plena Semana Santa, em Feira de Santana.

Por que não em qualquer outro período do calendário do ano, a exemplo da data em que se comemora o sábado de Aleluia?

O encontro aconteceu entre o prefeito de direito e não de fato, Colbert Filho (MDB), e o deputado federal Zé Neto (PT).

Ambos refestelaram-se durante o almoço que muitos ironicamente estão denominando como a “Santa Ceia”.

Estiveram presentes representantes do comércio do município. Com relação a algum tipo de representação popular, como sempre, inexiste. Importante observar que ambos se enfrentaram no último pleito eleitoral em que Colbert Filho saiu-se vitorioso no segundo turno. Vitória obtida de forma bastante discutível.

“Saliento que continuo oposição à atual administração municipal, mas que, olhando o cenário de dificuldades que passa nossa Feira, deixamos as disputas políticas de lado e olhamos para interesses da comunidade”, blefou.

Desde quando interesses de grupos empresariais podem ser considerados ou classificados como interesses da comunidade? Prossegue ele em sua diatribe:” atitude de responsabilidade institucional que coloca o bem estar da cidade como prioridade do nosso mandato”, explicou o Judas Iscariote, tentando dourar a pílula.

A bem da verdade, o que está implícito são interesses nem sempre confessáveis. Mas fazendo uso da semântica informou que solicitou autorização da prefeitura para que possa encaminhar obras para a cidade, através de emendas parlamentares, especialmente para a infraestrutura da Lagoa Grande, a cobertura e a requalificação da Feira do Tomba.

Fizeram parte, do pacote de bondade, as promessas impossíveis de serem cumpridas. Tipo resolver e buscar soluções para o impasse que se arrasta por décadas quanto a efetivação e atuação, em definitivo, do aeroporto e da obra do Centro de Convenções.

Este mais um elefante branco, resultado da incúria política no trato da aplicação dos recursos públicos.

Importante esclarecer que no tocante ao aeroporto e o Centro de Convenções o governador Rui Costa (PT) já bateu o martelo, considera ambos como fora de pauta de discussão de seu governo.

O que fica explícito é que a pauta do Judas Iscariote petista, não deixa de ser mais uma falácia ‘vomitativa’, em ano eleitoral, para ficar bem na fita.

O encontro foi promovido pelas figurinhas carimbadas de sempre: empresários, representante da CDL de Feira, Cloves Cedraz, da Federação do Comércio, vice-prefeito Fernando de Fabinho (UB) e o procurador do município, Moura Pinho.

Relembrando o personagem Justo Veríssimo, do saudoso comediante, Chico Anísio: ”Quero que o pobre se exploda”.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS