Tempo - Tutiempo.net

Legislador feirense continua em sua cruzada “Santa” no combate à ciência/ Por Sérgio Jones

O estúpido vereador Edvaldo Lima

O dublê de pastor e vereador Edvaldo Lima (MDB), do alto de sua comprovada estupidez. Em discurso proferido na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana na quinta-feira (24), volta a insistir em sua cruzada “Santa” contra a ciência e as recomendações médicas da necessidade de uso de máscaras pela população, como prevenção contra a Covid-19.

O gênio da raça considera “frescura” impor obrigações aos cidadãos com relação ao uso de máscaras, e volta a defender o fim da obrigatoriedade do uso da mesma.

Ele fala de um projeto de sua autoria em que propõe que o uso de máscara seja facultativo. E classifica a medida sanitária como uma espécie de apêndice. Diz que a sua atitude, ou o que ele denomina como projeto, têm como objetivo “acabar com a frescura de tanta obrigação”.

O comportamento adotado pelo vereador e fundamentalista religioso é considerado por parte dos cidadãos do município como típico de um ser trevoso que trafega na contramão da história.

E que semelhante ao ídolo político dele, o presidente genocida Jair Bolsonaro, prega para o seu pequeno grupo de alienados. Que por definição significa a separação de seres humanos de algum aspecto da natureza ou sociedade, estes resultam em sentimentos associados a impotência e desespero.

Se com esse comportamento o insano edil procura ocupar os holofotes da mídia, tem conseguido. Ao realizar um profundo mergulho no discurso da estupidez.

Entretanto, devido as suas reiteradas insistências em continuar defendendo o indefensável. Observo que os homens nascem ignorantes, não estúpidos. O que torna sua excelência, neste contexto, exceção e não regra.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS