Tempo - Tutiempo.net

Mesquinhez política adotada pelo governo de Colbert agrava crise sanitária em Feira/ Por Sérgio Jones

Colbert o errado ao lado de Geddel e Temer

De início o prefeito de direito e não de fato Colbert Martins (MDB) aparentando certa civilidade tentou manter entendimento com o governador petista Rui Costa, tendo como objetivo estabelecer uma estratégia voltada para atender os interesses da população no que diz respeito à luta travada contra o coronavírus, no município de Feira de Santana.

Mas o que parecia ser uma medida racional e acertada, não perdurou por muito tempo. Acabou prevalecendo os interesses mesquinhos da política, em detrimento dos interesses reais e legítimos do povo.

Devido aos sucessivos fracassos na estratégia adotada pelo prefeito, em seu programa sanfona, o abre e fecha do comércio, no combate a pandemia. Procurou ele, se utilizar e adotar o modelo diversionista utilizado pelo governo do genocida presidente, Jair Bolsonaro.

Rompendo o acordo inicial feito com o governador Rui Costa. Partindo para o ataque, numa vã tentativa de transferir responsabilidades.

Importante observar que o município de Feira de Santana foi o primeiro a registrar caso positivo da doença no Estado, fato ocorrido em 06 de março do ano passado. A alegação inicial do prefeito era que o avanço se dava de forma lenta.

Entretanto, o avanço da pandemia continuou de forma lenta e constante. Atualmente o município se encontra entre as 31 cidades que não são recomendadas visitas por causa da disseminação de variantes mais contagiosas da Covid-19.

O pedido é do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), órgão que faz parte da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). A pergunta que não quer calar, o que deu errado senhor prefeito?

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS