Tempo - Tutiempo.net

O que já se sabe dos abusos sofridos por Rodolfo e sua esposa na Igreja Bola de Neve

Rodolfo e esposa

O ex-vocalista da banda Raimundos, Rodolfo Abrantes, revelou em um vídeo divulgado em seu perfil oficial no Instagram que ele e sua família sofreram abusos durante o período em que frequentaram a igreja Bola de Neve, em Balneário Camboriú, Santa Catarina.

Abrantes, que é cantor gospel, afirmou que foi membro da igreja até 2011, junto com sua esposa Alexandra Abrantes. Ele disse que optou por não falar nada na época para não ser responsável pela saída de fiéis da congregação.

“Vi o sofrimento da minha esposa, vi o quanto ela sofreu abusos emocionais daquele ministério, nós sofremos demais como família, nosso casamento foi abalado na época”, disse Abrantes. “Estamos firmes, mas carregamos cicatrizes de feridas que demoram muito para curar.”

Denúncias de desvio de recursos e exploração de trabalhadores.
A Igreja Bola de Neve em Balneário Camboriú vem sendo alvo de diversas acusações por ex-fiéis nas redes sociais nos últimos dias.

As denúncias feitas pelos ex-membros da congregação, Marcio Bieda Junior e Thiago Santana em seus perfis, rapidamente se espalharam e apontam para diversas irregularidades e suspeitas por parte da instituição.

Entre as principais, está o desvio de recursos de doações feitas por membros da igreja para o Instituto para Empreendedora (IPE), uma organização supostamente ligada à Bola de Neve. Segundo os denunciantes, os recursos doados foram desviados para beneficiar as famílias dos pastores Ana e Natanael.

“As pessoas que doaram R$ 15.000, R$ 10.000, R$ 5.000 começaram a nos procurar denunciando que foram enganadas pelos pastores”, disse Bieda.

Além disso, ex-fiéis da congregação ainda expõem novas irregularidades que configuram possível exploração de trabalhadores, desvio de verbas e crimes trabalhistas, visto que os trabalhadores das cantinas atuariam de forma voluntária.

Candidato bolsonarista
As denúncias estão mexendo com a cena política em Balneário Camboriú. O pré-candidato escolhido pelo prefeito Fabrício Oliveira (PL) para disputar as eleições pelo PL, o jornalista Peeter Lee Grando, é pastor da Bola de Neve. Há preocupação no partido de que a repercussão do caso jogue um balde de água fria na pré-candidatura.

Há uma força-tarefa em curso para viabilizar a candidatura de Peeter, que é um estreante nas urnas e desconhecido do eleitorado em Balneário – o PL aposta no “fator Bolsonaro” e na transferência de votos de Fabrício.

O pré-candidato tem passado por “aulas” sobre a administração atual, e até por um banho de loja, que o deixou fisicamente mais parecido com o atual prefeito.

O Ministério Público instaurou um procedimento para apurar todas as denúncias contra a Igreja Bola de Neve.

RPP

OUTRAS NOTÍCIAS