Tempo - Tutiempo.net

Os sulcos da vida

Foto ilustrativa

Os sulcos da vida

Desconhecendo antiguidade clássica

Simples quebra-cabeça é enigma

Saber sobre a vida pouco importa

E a nudez do conhecer vai embora

Como na guerra a paz emigra

A porta que se abre é jurássica

Dentro da impetuosidade o choro

De aventura distante sem permissão

De pouco adianta o ramo de louro

Se admoestação engolirás sem razão

Os sulcos abertos nos campos

Não recebem as sementes com usuras

Simplesmente sabem dos Pirilampos.

Carlos Lima

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS