Tempo - Tutiempo.net

Parte do Congresso Nacional é considerado pelo povo como uma confraria de patifes/ Por Sérgio Jones

Confraria cos políticos canalhas e patifes

Após o Congresso ter sido alvo de legítimas críticas proferidas pelo ex-presidente Lula. O presidente daquele órgão político, Rodrigo Pacheco (PSD), neste domingo (20) reagiu: “de discurso oportunistas em período eleitoral o Brasil está cansado”.

O contra-ataque verbal do preclaro presidente do Senado veio a galope, após ter Lula afirmado: “O Congresso Nacional nunca esteve tão deformado como está agora. Nunca esteve tão antipovo, tão submisso aos interesses antinacionais. É talvez o pior Congresso que já tivemos na história do Brasil”.

O curioso é que a declaração do Lula foi amena, se levarmos em consideração ter ele usado o advérbio de dúvida ‘talvez’. A bem da verdade, o que disse o ex-presidente não foi nenhuma novidade, é do conhecimento geral.

Lula criticou o que chamou de “concentração de poder” nas mãos do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e a criação de um grupo de trabalho para discutir o semipresidencialismo.

De forma demagógica Pacheco elencou e destacou diversas matérias de interesse público que foram aprovadas ao longo desta legislatura e que os congressistas protegeram a democracia.

No entender dele, a crítica é improcedente, deformada, ofensiva e sem fundamento. Pode ser considerada como fruto do início da disputa eleitoral, que faz com que seja ‘interessante’ falar mal do Parlamento”, disse Pacheco.

A triste postura que o Congresso tem adotado diante das graves e sucessivas crises que assolam o país é abjeto e indigna. As declarações alegadas, pelo presidente, de ter se posicionado fortemente em defesa da democracia quando arroubos antidemocráticos assombraram a nação.

E de que foi esse mesmo Congresso que validou as urnas eletrônicas, ao rejeitar a ideia do voto impresso. É apresentada apenas como um lado da face da moeda. Este sim podemos considerar como um discurso oportunista e descontextualizado.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS