Tempo - Tutiempo.net

Polícia Civil de Feira de Santana prende falso médico atuando no HTO

Qualidade médica do HTO em dúvida

Na manhã de se4xta-feira, 22, a Polícia Civil de Feira de Santana concluiu investigação inicial e prendeu uma pessoa que se passava por médico e fazia atendimento clínico no Hospital de Traumatologia e Ortopedia – HTO.

A pessoa foi presa em flagrante delito e conduzida â delegacia onde se confirmou tratar-se de um estudante de medicina que utilizada o CRM do seu padastro para prescrever medicamentos aos pacientes.

Mesmo fraganteado o falso médico foi liberado na noite do mesmo dia após aprtricipar de uma audiência de custódia no Fófrum Felinto Bastos.

A agilidade da justiça foi imprescionante, segundo cometários de profissionais do metier.

Ficou ajuizado que o estudante responderá o processo em liberdade pelos crimes de falsidade ideológica, pena que varia de 1 a 5 anos e exercício ilegal da medina, pena entre seis meses e dois anos.

Na investigação, segundo o competente delegado Alisson Carvalho, ficou provado documentalmente que o acusado prescrevia exames e receitas médicas utilizando o carimbo do CRM (Conselho Regional de Medicina) de outro médico da unidade, que é seu padrasto.

A defesa alega que ele estava estagiando a um ano no HTO sobre supervisão do familiar, no entanto nadca foi dito sobre a prescrição de exames e medicamentos.

A identidade do estudante e do padrasto estãos sendo preservadas. Por que?

cljornal

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS