Tempo - Tutiempo.net

Rejeição de Moro pode tirá-lo do páreo a candidatura para presidente/ Sérgio Jones

Sérgio Moro o barganhista

Avaliação feita pela Pesquisa Genial/Quest aponta alta rejeição ao nome de Sergio Moro, fator que pode, segundo avaliação de alguns políticos, motivá-lo a abandonar a aventura de ser candidato a presidente.

Dados apurados pela pesquisa sinalizam que o ex-juiz condenado como parcial e suspeito pelo Supremo não goza da popularidade que ele, Marreco de Maringá, acreditava ter junto ao eleitorado brasileiro, pelo menos, até o presente momento.

O que circula no meio político é que o teto de Moro “seria baixo” devido ao forte índice de rejeição. Entre outras dificuldades, em especial, a de firmar alianças partidárias.

Durante a sua atuação frente a operação denominada Lava Jato, o Marreco da República do Paraná criou muitas frentes de atritos com a classe política, principalmente com os segmentos mais corruptos, existentes entre eles.

De modo parcial e inquisitivo o magistrado da República do Paraná atuou demonstrando interesse em influenciar de forma indevida nas eleições de 2018.

Ação antidemocrática que garantiu, na sequência, a nomeação dele para ocupar a pasta de ministro da Justiça.

Ainda no ano de 2018, dois procuradores do Rio Grande do Norte apresentaram ação civil pública para cobrar o que considerou danos morais e éticos causados pela atuação nefasta do ex-juíz Sergio Moro.

Este conduziu de forma capciosa a operação da Lava a Jato, que sobremaneira influenciou de modo inconstitucional o processo de impeachment da presidente em exercício, Dilma Rousseff.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS