Tempo - Tutiempo.net

RESERVA A PEDIDO /POR TENENTE CORONEL AMON

A segurança na Bahia perde com a aposentadoria do Tenente Coronel Amon

APÓS SEIS ANOS CONSECUTIVOS INSERIDO NA LISTA PARA PROMOÇÃO A ÚLTIMO POSTO DA CORPORAÇÃO E POR DIVERSAS VEZES SER PRETERIDO, RESOLVO PEDIR RESERVA.

Sem manchas e sem nenhum tipo de enfermidade ou anomalia nem na alma e nem no físico, encerra-se um ciclo de amor e dedicação a uma causa de genuíno afeto e devoção a mais nobre das intuições.

Essa sim exercita o regime democrático de direito e se faz presente em todos os momentos de desconforto ou furdúncio social.

Agradeço a casa do SABER ( Academia da Polícia Militar) que através dos seus instrutores e monitores à época me ensinou, manter o empenho e proveito em aprender, inovar, criar e principalmente a respeitar multiplicidade de pensamentos e ideias de todos nós integrantes da sociedade e de sermos dotados de sentimentos a fim de percebemos e atender aos nossos anseios e da sociedade.

Sou imensamente grato aos docentes civis e militares que passaram e contribuíram na minha formação Polícial Militar.

Se “viajando “paro, olho pelo o retrovisor e vejo o que mais chama atenção do meu coração é o respeito daqueles que labutaram ombreado comigo pelas ruas e madrugadas em prol do bem estar social pelas minhas convicções pessoais e profissional.

Expresso a minha gratidão e admiração a todos aqueles irmãos que se dedicaram e se dedicam a essa notável incumbência de servir e proteger.

Agradeço e peço a Deus por aqueles que tive a oportunidade de conviver e que não estão mais aqui, Deus seja gracioso e misericordioso com todos eles, guardo boas lembranças…!

A dificuldade de ser um agente de segurança pública (PM) guardião da vida e da liberdade é na maioria das vezes desconhecido e torna-se invisível aos olhos de muitos da sociedade e dos próprios “ deficientes visuais “ da estrutura (PM) a qual pertenço. Profissão que escolhi e me acolheu durante trinta e oito anos de amor e labuta.

Repito, é uma das mais nobres e desafiadora que existe, ainda sim, não valorizada quanto deveria ser pelo seu CHEFE de ESTADO. Desafios e resistência não faltam, trabalhar com infortúnio ou adversidades cada vez extrema, é um reflexo da sociedade em que vivemos não é e nunca será fácil.

O que nos falta é reconhecimento e valorização entre nós mesmo, não é apenas uma questão financeira e sim uma política que abrace a instituição em questões sociais e profissionais.

Esse é o descaso e a falta de reconhecimento da dignidade humana pelo ESTADO com os PROFISSIONAIS QUE ARRISCAM AS SUAS VIDAS DIARIAMENTE NAS RUAS É TRISTE.

Assim me disperso do SINETO DE AMOR , Deus abençoe todos os que ficam e aos que cumpriram a missão.

AMON PEREIRA GOMES

 

Cel. Pedro Nascimento Boaventura.

Um ciclo que se vai e outro começando. Tenha certeza Amon Pereira Gomes , que a Comunidade baiana reconhece e agradece seus relevantes serviços e dedicação a Segurança Pública deste Estado. Bem-vindo a RR! Saúde, Paz e Harmonia . Abração pra você e sua família.

Boaventura.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS