Tempo - Tutiempo.net

Sempre respeitei as escolhas dos outros, mas… /por Edilson Veloso

Tenho amigos e conhecidos de todas as religiões; conheço até ateus.

Me dou bem com todos, haja vista que sempre respeitei as escolhas dos outros.

Mas uma coisa me incomodou essa semana: uma cidadã que se diz evangélica me chamando de mundano, como se ela fosse um fantasma.

Quando lhe perguntei o significado de “evangelizar”, a mesma não soube responder.

Aí, eu questionei como queria me convencer sobre algo que nem tem conhecimento.

A resposta foi pior: “o meu pastor quem disse”.

Perguntei qual a formação teológica do tal pastor e ela me disse que “era bobagem esse negócio de formação”.

Perguntei se a mesma sabia o que é teologia e ela mais uma vez não soube dizer.

Eu então disse a ela que a mesma era apenas uma alienada.

Ela me respondeu: _Você só usa palavras que não conheço.

O pior de tudo é que essa pessoa que diz ser de Deus, durante a conversa pronunciou o nome do diabo seis vezes e o nome de Deus apenas duas.

Falou de “macumbeiro” e lhe perguntei se sabia o que é macumba e ela falou que era “coisa de feitiço”.

Se me ligar novamente vou cobrar a mini palestra e indicar algumas literaturas.

Resumindo: quem diz frequentar uma igreja denominada “Deus é amor”, só pregou desconhecimento e hostilidade para com os semelhantes de outras religiões.

Edilson Veloso

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS