Tempo - Tutiempo.net

AUXÍLIO-MORADIA DE MORO, BRETAS & CIA É TRAMOIA

Gregório Duvivier, do Porta dos Fundos, publica uma crônica demolidora em sua coluna de hoje, na Folha de S. Paulo.

Moro disse que o auxílio-moradia que recebe há anos — e que permite a ele ter salário acima do teto constitucional — é para compensar a falta de reajuste. A seguir, trechos da coluna:

Uma língua diz muito sobre a cultura na qual ela está inserida.

Os esquimós, dizem, têm 50 palavras para a neve, outros dizem que são 7, outros dizem que isso não passa de um mito linguístico, o que muito provavelmente é verdade, mas é muito chato quando alguém estraga seu exemplo com preciosismo linguístico.

Tenho a impressão de que nosso maior tesouro vocabular se concentra no ramo da corrupção. Tramoia, mamata, mutreta, maracutaia, trambique, propina, esquema, falcatrua, negociata, muamba, faz-me rir. A corrupção está pra gente como a neve pro esquimó.

Sérgio Côrtes, secretário preso de Sérgio Cabral, teclou, da cadeia, para um empresário-parceiro: “Podemos passar um tempo na cadeia, mas nossas putarias têm que continuar”.

“Nossas-putarias” se destaca pela franqueza. Podia entrar na bandeira. Ordem e Progresso Desde que Continuem Nossas Putarias.

Essa semana surgiu uma expressão preciosa.

Revelou-se, só agora, que o juiz Sergio Moro recebe, há anos, o famoso auxílio-moradia, mesmo já tendo moradia e já tendo um salário que beira os R$ 30 mil, fora os benefícios (em dezembro passa de R$ 100 mil).

Questionado, o juiz chamou o auxílio-moradia de “compensação” porque seu salário não pode ser reajustado por causa do teto constitucional.

Como é que esse povo dorme à noite?

Pensando: “Não é corrupção, é compensação”.

Por que então pagamos o auxílio, já que não é pra moradia?

Moro assumiu, Fux também: pra que juízes ganhem mais do que é permitido por lei. Isso foi dito por agentes da lei.

Até quando essa putaria vai continuar?

Gregório Duvivier

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS