Tempo - Tutiempo.net

Bolsa desaba e dólar dispara em reação aos discursos e bravatas de Bolsonaro

Bolsa cai, dolar dispara

Os ataques à democracia e ao Poder Judiciário feitos por Jair Bolsonaro e seus apoiadores, durante as manifestações do dia 7 de setembro, resultaram em uma queda acentuada do Ibovespa e em uma forte pressão sobre o dólar.

No final da manhã desta quarta (8), o Ibovespa operava a 114.663 pontos, uma retração de 2,72%. Já a moeda estadunidense registrava alta de 1,83%, sendo cotada a R$ 5,271 na compra e a R$ 5,272 na venda.

O dólar futuro, com vencimento em outubro, registrava apresentava alta de 2,02%, a R$ 5,292.

“O mercado está em um cenário de cautela e deve ficar encaixotado entre 115 mil e 120 mil pontos até que os poderes se entendam, o que não é o cenário que eu estou vendo.

Os próximos dias serão fundamentais para saber se haverá uma ruptura de vez ou um acordo com uma agenda pró-Brasil”, disse Lucas Fiorelli, sócio da HCI Invest, ao Infomoney.

A jornalista Miriam Leitão, de O Globo, observa que a retórica golpista de Bolsonaro “agrava a crise econômica, dando sinais ruins para a economia”.

Segundo ela, Bolsonaro “criou impasses e algo que o mercado financeiro não gosta é de impasse e da incerteza, de não poder fazer investimentos e orientar os investidores.

“Neste momento, o horizonte encurtou. Há pouca clareza para a formulação de cenários. Isso paralisa as intenções de investimento”, acrescenta.

Brasil

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS