Tempo - Tutiempo.net

Confiança da indústria no Brasil fecha ano com 5ª queda e no menor nível em mais de 1 ano, diz FGV

Confiança na indústria brasileira em queda

O índice que mede a confiança da indústria no Brasil teve sua quinta queda consecutiva em dezembro, fechando o ano no nível mais fraco em mais de um ano, com uma avaliação menos favorável sobre o momento atual e expectativas mais cautelosas para 2022.

 O Índice de Confiança da Indústria (ICI) recuou 2,0 pontos este mês, a 100,1 pontos, seu menor nível desde agosto do ano passado (98,7), mostraram dados divulgados nesta segunda-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

“Tal resultado se explica por problemas que se estenderam ao longo do ano, como pressão nos custos, escassez de insumos e elevada incerteza”, explicou a economista do FGV IBRE, Claudia Perdigão, em nota.

Ela destacou ainda que o desemprego e a inflação, responsáveis pela queda no poder de compra das famílias e, consequentemente, na demanda, têm influência tanto nas avaliações da situação presente quanto para os próximos meses.

O Índice Situação Atual (ISA), que mede o sentimento em relação à atualidade, caiu 2,7 pontos, a 101,0 pontos, mínima desde agosto de 2020 (97,8).

O Índice de Expectativas (IE), indicador da percepção sobre os próximos meses, teve queda de 1,2 ponto, para 99,1 pontos, menor patamar desde maio deste ano (99).

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada –indicador presente sobre se a indústria está produzindo a pleno vapor ou não– cedeu 1,0 ponto percentual, para 79,7%, mesmo patamar de agosto.

“Sobre a escassez de insumos, espera-se uma normalização a partir do segundo semestre do próximo ano. Nesse contexto, o setor encerra 2021 com gargalos ainda não resolvidos, incitando recuo das expectativas”, acrescentou Perdigão.

Reuters

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS