Governo eleva previsão de pedágio para novas concessões de rodovias

O governo elevou as estimativas de tarifa máxima de pedágios nos sete lotes de rodovias que pretende licitar neste ano, após ter aumentado a taxa interna de retorno dos projetos no início de maio, segundo relatório da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).
Os aumentos variam de 33,38 por cento no caso do lote seis, e até 62,33 por cento no lote três.
No lote 1, que considera o trecho da BR-101 na Bahia, a estimativa da tarifa máxima de pedágio passou de 7,45 reais, conforme definido após audiência pública, com a taxa interna de retorno (TIR) a 5,5 por cento, para 11,51 reais para a nova taxa, de 7,2 por cento.
No lote 2, que engloba a BR-262 (MG-ES), a tarifa máxima passou de 7,82 para 11,38 reais, enquanto no lote 3 (BR-153, GO-TO) a estimativa passou de 5,84 para 9,48 reais.
No quarto lote (BR-050, GO-MG), a estimativa da tarifa máxima passou de 5,21 para 8,17 reais, enquanto no quinto lote (BRs 060, 153 e 262, MG-DF) passou de 3,36 para 5,43 reais.
No lote 6 (BRs 163, 267 e 265, PR-MS) o valor passou de 7,10 para 9,47 reais, enquanto no último lote (BR-163, MT-MS) o valor passou de 3,17 para 4,66 reais com a nova taxa de retorno.

Fonte: Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS