Tempo - Tutiempo.net

O FIASCO DO GOLPE: CONFIANÇA INDUSTRIAL DESABA

TEMER PROPORCIONA OS PIORES MOMENTOS DA INDUSTRIA

O Índice de Confiança da Indústria (ICI) do Brasil caiu em dezembro para o menor patamar desde junho passado, informou nesta segunda-feira a Fundação Getulio Vargas (FGV), em mais um indicador de que a economia brasileira enfrenta dificuldades para se recuperar.

O ICI recuou 2,2 pontos, a 84,8 pontos em dezembro, após subir 0,4 ponto no mês anterior. A prévia do indicador deste mês já havia mostrado o cenário negativo, com queda de 2,9 pontos, para o menor nível desde junho.

“O resultado da sondagem industrial de dezembro, com queda da confiança e nível recorde de ociosidade, joga um balde de água fria sobre indicadores que já estavam mornos”, afirmou a coordenadora da Sondagem da Indústria da FGV/IBRE, Tabi Thuler Santos.

“Entre agosto e novembro, a acomodação da confiança –motivada pela apatia da demanda interna– já havia interrompido a recuperação temporária da confiança do setor observada no primeiro semestre”, acrescentou, por meio de nota.

Segundo a FGV, a queda da confiança ocorreu em 12 de 19 segmentos industriais e atingiu tanto as avaliações sobre a situação atual quanto as perspectivas das empresas para os meses seguintes.

O Índice de Expectativas (IE) caiu 1,8 ponto, a 87,1 pontos no período, enquanto que o Índice da Situação Atual (ISA) recuou 2,2 pontos, a 82,9 pontos.

A FGV informou ainda que o Nível de Utilização da Capacidade Instalada foi a 72,5 por cento em dezembro, nova mínima dentro da série histórica, iniciada em 2001.

Por Patrícia Duarte

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS