OMC aprova em Bali primeiro acordo comercial global em décadas

 

Os representantes dos Estados-membros da Organização Mundial do Comércio (OMC), reunidos em Bali, levantaram-se às 11h47 (horário local), deste sábado (6) para aplaudir fortemente a aprovação do primeiro acordo comercial global em décadas, na conferência ministerial da OMC.

O pacote envolve medidas de facilitação de comércio, agricultura e de desenvolvimento, para ajudar países mais pobres.

A Câmara de Comércio Internacional, representando milhões de empresas em torno do mundo, já havia preparado comunicado elogiando o acordo, no qual diz que o resultado não apenas restaura a confiança no sistema multilateral de comércio como também tem o potencial de gerar estímulo superior a US$ 1 trilhão e 21 milhões de empregos na economia mundial.

O diretor-geral da OMC, Roberto Azevêdo, entrou sob fortes aplausos na plenária para dirigir a sessão final.

Não foi fácil fechar o acordo. Primeiro, houve o confronto entre Índia e Estados Unidos sobre segurança alimentar – afinal resolvido na manhã de ontem. Só que, na madrugada deste sábado em Bali, Cuba, Venezuela, Bolívia e Nicarágua rejeitaram todo o acordo, por causa do pacote sobre facilidade de comércio.

Os cubanos reclamavam que o embargo dos EUA contra a ilha não facilita o comércio, já que um navio que atraca em Cuba, logo depois não pode atracar em território americano. Para resolver o novo impasse, foi arranjada uma linguagem que satisfaz os cubanos e é inofensiva para os outros países.

Fonte: Assis Moreira

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS