Tempo - Tutiempo.net

Paulo Coelho ironiza o ‘programa de austeridade de Temer’

Paulo Coelho ironiza Temer

Crítico do governo Temer e do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, o escritor brasileiro Paulo Coelho alfinetou, nas redes sociais, o discurso de austeridade do Palácio do Planalto, que prega cortes, mas pratica gastos irresponsáveis.

Ao compartilhar uma reportagem do site da revista Veja sobre o custo de R$ 596,8 mil gasto pelo Ministério da Cultura para realizar cerimônia em que entregará condecorações, o autor comentou, ironicamente, no Twitter: “Programa de austeridade”.

O governo gastou o montante, sem licitação, para a realização da cerimônia da Ordem do Mérito Cultural, na qual serão premiados 36 personalidades do samba. Foram pagos R$ 15 mil para Fafá de Belém cantar o Hino Nacional.

O evento será fechado para 600 convidados. À Folha de S.Paulo, o Palácio do Planalto afirmou que o valor desembolsado é “justo e possível” para um evento do porte da cerimônia de premiação.

No Twitter Paulo Coelho critica Temer

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS