PF faz busca e apreensão no grupo de Cid Gomes, sobre repasses da JBS

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
PF, investiga envolvimento de CID GOMES com a JBS

A Polícia Federal (PF) cumpre nesta sexta-feira (16) mandados de busca e apreensão contra empresas que teriam sido utilizadas pela J&F, dona da JBS, para repassar R$ 25 milhões ao grupo político do senador Cid Gomes (PDT-CE), irmão do ex-ministro Ciro Gomes, do mesmo partido.

A ação foi batizada de Marquetagem – a maioria dos 17 alvos são empresas do setor de marketing e propaganda. Agentes cumprem 17 mandados de busca e apreensão nas cidades de Fortaleza (CE), São Paulo (SP) e Salvador (BA).

De acordo com a PF, a operação tem como objetivo colher provas acerca de condutas potencialmente ilícitas de agentes políticos e empresários.

Todos eles envolvidos na liberação de créditos tributários oriundos do Programa de Incentivos às Atividades Portuárias e Industriais do Ceará – PROAPI, em troca do recebimento de propina”.

A corporação sinalizou que as vantagens indevidas teriam sido pagas por meio da simulação da prestação de serviços publicitários e do uso de notas fiscais frias, além de doações oficiais para campanhas eleitorais em 2010 e 2014.

Brasil

OUTRAS NOTÍCIAS