Por que o salário mínimo está valendo tão pouco?

Salário mínimo reduzido

Todo mês de janeiro, os olhares dos trabalhadores brasileiros se voltam para o reajuste do salário mínimo.

direito foi instituído em 1934 e depois incorporado na Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), com a determinação de que o valor deveria atender as necessidades da família do trabalhador.

Desde então, o direito já passou por diversas alterações e seu valor flutuou diante de mudanças políticas e econômicas.

Atualmente, o salário mínimo não vive seus melhores momentos, como mostra o BdF Explica desta semana.

O vídeo aborda os critérios que determinam que valor deve ter o piso salarial, por que o poder de compra varia ano a ano, quais os impactos que ele tem sobre outros trabalhadores que recebem mais que o mínimo ou que têm direito a benefícios e qual deveria ser o seu valor para que as determinações da CLT fossem cumpridas.

Se em 2010 o salário mínimo permitia comprar muito mais do que hoje, é porque houve uma política de valorização articulada entre o governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e as centrais sindicais quatro anos antes.

Desde 2017, no entanto, o reajuste real do salário mínimo desapareceu, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

O impacto dessa alteração no poder de compra e na qualidade de vida das famílias brasileiras também é apontado no vídeo.

 

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS