Tempo - Tutiempo.net

Uma visão coerente do conflito Rússia x Ucrânia/ por Walney Oliveira

Rússia cobre 30% da demanda mundial de Titânio

O comentário a baixo foi realizado em complemento a postagem de Marialvo Barreto que diz:

“Quero ver como a construção civil dos Estados Unidos vai reagir sem a madeira da Taiga da Rússia Siberiana. A estrutura das casas nos USA é toda em madeira e a Rússia é a grande fornecedora.”

E o titânio tão essencial na siderurgia, especialmente na engenharia militar? + de 80% do consumo dos EUA é russo.

Isso sem falar na Europa sem gás e petróleo. Ademais, pressionar o Putin e levar a Rússia a um estado de “nada mais a perder” (em imagem e economia) q fará um Putin facilmente abandonar esse comedimento militar q tem sido celebrado como fraqueza e incapacidade das forças armadas.

7 caças Sukoi foram derrubados em vôo baixo e sem estarem em ação de ataque. 70 milhões de euros cada e isso tem sido vendido como incapacidade operacional e fragilidade técnica da aeronave, quando estão anos a frente de tudo a os norte americanos têm.

Não me entenda mal. É uma força invasora, não questiono a legitimidade da ferrubada. O ponto é: que fazem os EUA quando teem um mísero helicóptero alvejado ou Israel quanto um soldado recebe uma pedra?

Bombardeio remoto ou aeronáutico na área “controlada pelos terroristas”. Vítimas civis sai “dano colateral aceitável numa guerra urbana. O q impede a Rússia de assim agora é a pressão internacional e, quiçá, princípios táticos. Agora imagine o Putin pressionado e em crise de abastecimento! Q fará? Com um agravante.

No momento em q o imbecil q governa a Ucrânia armou farta e livremente os cidadãos, tecnicamente, esses deixaram de ser “civis”. São combatentes e, portanto, não há convenção ou regra de guerra q coiba a retaliação.

Vale livrar q até trabalhadores da indústria bélica, são considerados alvos militares legítimos. Q dizer de combatentes armados?

Tão mais dura seja a ação, mais fácil o encerramento da guerra pela força… Fora q, assassinatos por milícias ucranianas já são frequentes e a história caracterizá como mãos um fenômeno de limpeza étnica

Walney Oliveira

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS