Vivo, TIM e Oi descumprem metas de banda larga móvel, diz Anatel

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

 

De acordo com o relatório de medição da banda larga móvel e fixa realizada em setembro, as operadoras de telefonia, apesar de não serem obrigadas por lei a cumprir integralmente os contratos com os consumidores, deixaram de atingir algumas metas estabelecidas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Dados foram apresentados nesta sexta-feira (25).

Na internet móvel, Oi, Vivo e TIM descumpriram algumas das metas estabelecidas pela agência. Na internet fixa, foram encontradas falhas nas operadoras Oi, GVT, NET, Algar e Sercomtel.

Na banda larga fixa, prestada por meio do Serviço de Comunicação Multimídia (SCM), além das prestadoras de Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e São Paulo, foram avaliadas as prestadoras de Alagoas, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Santa Catarina, Sergipe e Rio Grande do Sul.

Na banda larga móvel, prestada por meio do Serviço Móvel Pessoal (SMP), além das prestadoras de Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo, foram avaliadas as prestadoras de Alagoas, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Santa Catarina, Sergipe e Rio Grande do Sul.

Nos dois casos, as medições foram realizadas em prestadoras com mais de 50 mil clientes. Desenvolvido desde o final de 2012, o projeto de medição da qualidade da banda larga pretende reunir informações para a adoção de medidas que permitam a melhoria progressiva da qualidade do serviço.

As medições tiveram início no Rio de Janeiro e, até o final de outubro, abrangerão todo o país, segundo a Anatel.

Fonte: Redação/ G1

OUTRAS NOTÍCIAS